Projeto de lei está em tramitação na Câmara para a regulamentação do constelador familiar

Projeto de lei está em tramitação na Câmara para a regulamentação do constelador familiar

image

Um projeto de lei de autoria da deputada Erika Kokay (PT-DF) que visa regulamentar a profissão de constelador familiar sistêmico está em tramitação na Câmara dos Deputados. O tratamento terapêutico tem ganhado força em território nacional, e as técnicas desenvolvidas por seu criador, Bert Hellinger, têm sido utilizadas em vários âmbitos, como o jurídico e o familiar. A Constelação Familiar visa trazer para o conhecimento do indivíduo as conexões inconscientes sobre suas relações, sejam familiares, sociais ou profissionais, para, dessa forma, resolver conflitos internos e até doenças mentais e físicas.
 

A proposta objetiva regulamentar a atuação do constelador familiar sistêmico com base em sua formação em curso de graduação ou pós-graduação reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Assim, o profissional estará apto para compreender a complexidade das relações humanas do indivíduo que se submeteu à técnica. Antes, porém, é preciso que o constelador tenha uma compreensão sobre si mesmo.
 

VEJA TAMBÉM:

Janeiro Branco

Por que a Psicologia Positiva é tão importante nos dias de hoje?

Meditação: uma ferramenta para a manutenção da saúde mental

A arteterapia pode ser eficiente no combate ao estresse e às dores de cabeça

A PL 4.887/2020 será encaminhada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e, antes de sua aprovação, ainda passará pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), após esse processo, a PL dever ir à votação no plenário.
 

Conheça a pós-graduação em Constelação Familiar da USCS: http://bit.ly/34IyPjp