Como o neuromarketing tem revolucionado a forma de vender e de se comunicar das empresas

Como o neuromarketing tem revolucionado a forma de vender e de se comunicar das empresas

image

O neuromarketing surgiu como uma proposta completamente inovadora no mercado, com o objetivo de estudar as complexidades que levam o ser humano a tomar uma decisão de compra. Hoje em dia, para realizar estratégias de marketing mais eficientes, é preciso entender quais são as reações cerebrais identificadas nos seres humanos que acabam influenciando em suas decisões.
 

Estamos presenciando uma evolução tecnológica que permite que as empresas tenham acesso a dados cada vez mais específicos dos consumidores, e é justamente nesse ponto que o neuromarketing poderá ser aplicado. Por isso, muitas empresas estão empenhadas em desenvolver estratégias cada vez mais inovadoras para chamar a atenção de seu público e provocar estímulos que o levem a realizar a aquisição de um produto/serviço.

VEJA TAMBÉM:

O profissional de Marketing após a pandemia

A Neurociência e o impacto no clima corporativo

Antecipar o comportamento do consumidor virou uma tendência nas empresas

A neurociência ajuda a trazer mais felicidade para a sua vida e conforto para o seu cérebro

A comunicação é uma das ferramentas mais importantes do neuromarketing. É através dos gatilhos mentais que as empresas conseguem engajar os consumidores e conquistá-los para, pelo menos, interagir com a marca.
 

Alguns gatilhos mentais são importantes para o processo de compra, como aqueles que dão a sensação de escassez, levando o consumidor a concluir que precisa adquirir o produto naquele exato momento. Também temos marcas que usam da exclusividade e da novidade para provocar a necessidade de consumo no seu público, e existem marcas que apelam para um elemento sensorial significativo, que tem como foco dar ao consumidor uma sensação que o faça se lembrar da marca de alguma forma, seja através de determinados cheiros ou sons, por exemplo.
 

Além disso, através do neuromarketing, o profissional aprende que há uma série de artifícios que podem ser utilizados para chamar a atenção do público, como cores, imagens, abordagem humanizada, formatação de texto e até prova social.
 

O neuromarketing proporciona ao profissional um conhecimento amplo e profundo sobre as questões mais profundas que podem levar o consumidor a adquirir de fato um produto ou serviço. Assim, torna-o apto a atuar com eficiência na elaboração de estratégias e na obtenção de resultados.
 

A Pós USCS oferece o curso de MBA em Neuromarketing. Para saber mais sobre essa especialização, acesse: https://bit.ly/34yTAjs