Antecipar o comportamento do consumidor virou uma tendência nas empresas

Antecipar o comportamento do consumidor virou uma tendência nas empresas

image

Atender às necessidades dos clientes é o principal objetivo das empresas. Para isso, as equipes de marketing buscam conhecer os respectivos consumidores. É cada vez mais comum o uso de técnicas de neuromarketing para entender como funciona o inconsciente do indivíduo e, dessa forma, tentar decifrar os passos que influenciam a decisão de compra.
 

O consumo é um campo de estudo amplo e complexo. Apesar de todos os avanços na área, não é possível convencer por completo um cliente a adquirir determinado produto/serviço, já que, inconscientemente, o consumidor já decidiu os tipos de produtos que irá consumir ou no qual tem interesse.

VEJA TAMBÉM:

Use o Neuromarketing em sua empresa

O neuromarketing permite um entendimento profundo sobre o consumo

Você pode usar o Neuromarketing como uma poderosa ferramenta para vendas

Antropologia e Semiótica do Consumo no Neuromarketing: o contexto simbólico e cultural da atividade

Muitas empresas têm usado como diferencial a estratégia de conhecer profundamente o cliente, e isso traz bons frutos para os negócios. A coleta de dados, os programas de fidelidade e várias outras estratégias podem ser usados para se obter êxito no aumento das vendas. Cultivar um banco de dados rico e com informações diversas é o que realmente vale ouro.
 

Diante de um cenário cada vez mais complexo, no qual se exige mais do profissional de marketing, ter uma qualificação voltada para o Neuromarkerting é de extrema importância. No Brasil, esse campo de estudo tem se tornado cada vez mais presente no dia a dia desses profissionais.
 

O Neuromarketing
 

O Marketing, de maneira simplista, visa compreender as necessidades do mercado, do cliente e os principais elementos envolvidos, como preço, público-alvo, estratégias de venda, marcas e produtos. As Neurociências envolvem várias áreas de conhecimento (biologia, fisiologia, medicina, psicologia, entre outras) que estudam as estruturas, o desenvolvimento e as funções do sistema nervoso. Assim, as neurociências nos oferecem a compreensão de como os estímulos (visuais, auditivos e outros) chegam ao cérebro e como os processos cognitivos (atenção, memória, motivação, emoção e muito mais) atuam frente a esses estímulos.
 

O Neuromarketing constitui a interface entre os conhecimentos do marketing e das neurociências, para a compreensão dos fatores cerebrais que determinam a tomada de decisão, o comportamento do consumidor e a lógica do consumo.
 

Assim, este curso de Neuromarketing foi concebido para que os alunos aprendam as reações neurológicas a determinados estímulos externos e sejam capazes de criar estratégias mais eficazes, com base nas neurociências, para gerar desejo em relação a determinados produtos e marcas, criar os impulsos e as motivações necessários para conquistar, reter e fidelizar os consumidores.
 

A Pós-graduação em Neuromarketing conta com professores altamente capacitados e ativos no mercado, e busca oferecer ao futuro profissional de Neuromarketing as ferramentas essenciais para entender as reações cerebrais do consumidor e realizar uma comunicação inteligente, com ações de marketing e publicidade criativas, inovadoras, atualizadas nas tendências e eficazes na atração, na conquista, na retenção e na fidelização de clientes.

Saiba mais sobre a Pós em Neuromarketing: https://bit.ly/39RqED3