Vitória para os enfermeiros: piso salarial aprovado

Vitória para os enfermeiros: piso salarial aprovado

image

Se alguém perguntasse quais são as profissões mais bem pagas no Brasil, você provavelmente incluiria a Medicina na sua resposta. E estaria certíssimo. Medicina aparece no topo do ranking em todas as listas de profissões mais bem remuneradas no Brasil. Um exemplo é a pesquisa divulgada pela revista Super Interessante, que mostra os médicos com salários mais altos do que advogados, juízes, engenheiros e administradores.
 
Do outro lado temos as profissões com os menores salários. Uma consultoria fez uma pesquisa sobre as profissões mais mal pagas no Brasil e o resultado não é nenhuma novidade: professores de ensino médio/fundamental e enfermeiros  são os profissionais que mais têm que batalhar por uma remuneração justa.

Leia também:
 
 
 
 
 
 
Enfermeiros são profissionais de enorme impacto social, que fazem diferença crucial na vida do cidadão, têm uma carga de trabalho gigantesca, lidam com pressão e desgaste físico-emocional mais do que a maioria das outras categorias e precisam lutar bravamente pelas condições mínimas de trabalho e remuneração.
 
É por isso que a sanção do presidente no projeto que fixa piso salarial para enfermeiros em R$ 4.750 é uma vitória que merece ser comemorada.
 
Atualmente, o salário médio dos enfermeiros varia próximo a R$3.300. Com  a decisão assinada pelo presidente em solenidade no Palácio do Planalto nesta quinta-feira, 4 de Agosto, “a remuneração mínima de enfermeiros deverá ser fixada em R$ 4.750,00, 70% deste valor para técnicos e 50%, para auxiliares e parteiras” — informa texto do Conselho Federal de Enfermagem.
 
A vitória dos enfermeiros não foi completa porque o presidente vetou o trecho que previa correção anual dos valores de acordo com a inflação.
 
A explicação da Secretaria-Geral da presidência é no mínimo controversa. Segundo a pasta, “o trecho foi vetado por ser inconstitucional e contrário ao interesse público”.
 
Ainda assim, há muitos motivos para comemorar a conquista desse piso salarial que passa a valer em vigor imediatamente após a publicação e deve ser aplicado para todos os setores até o início do próximo exercício financeiro.
 
A presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Betânia Santos, ressaltou a importância da conquista do piso salarial:
 
“Essa conquista vai ficar registrada na história como o resultado de uma mobilização sem precedentes. O movimento da Enfermagem brasileira por direitos é um exemplo para os trabalhadores da saúde em todo o mundo. A partir de agora, temos um dispositivo constitucional que nos permitirá lutar para erradicar os salários miseráveis e, assim, estabelecer condição digna de vida e de trabalho para profissionais que fazem o sistema de saúde funcionar. ”
 
Na USCS acreditamos que é vergonhoso para o Brasil que seus enfermeiros estejam entre os profissionais mais mal remunerados.
 
O presidente da República destacou o valor dos enfermeiros, especialmente durante a pandemia. “No momento em que a população mais precisou, vocês atenderam ao chamado” — disse o presidente Bolsonaro.
 
Agora, além de continuar a luta pela correção anual dos valores pelo INPC, os enfermeiros continuam a mobilização pela jornada de 30 horas.
 
A USCS parabeniza os enfermeiros pela conquista e apoia o movimento pelo direito ao reajuste anual e à jornada de 30 horas.
 
Além dos parabéns, temos um presente para você. Para comemorar essa conquista, vamos dar a você um DESCONTO EXCLUSIVO de 30% em qualquer uma de nossas Pós na área de Enfermagem válido.
 
Clique aqui e escolha qualquer uma das nossas pós-graduações em Enfermagem. Basta incluir o código ENFERMAGEM30 e você ganha 30% de desconto, a promoção é válida até o final do mês.
 
Temos várias opções de pós, mas existe uma sob medida para você.
 
É a nossa contribuição para que você conquiste salários bem acima do piso de R$4.750.
 
Inscreva-se agora. A promoção é válida até 31 de Agosto, mas pra quê deixar para depois? Presente bom, a gente desembrulha logo.