Os 4Ps do Sistema Toyota de Produção — e como isso pode revolucionar a sua carreira

Os 4Ps do Sistema Toyota de Produção — e como isso pode revolucionar a sua carreira

image

Há muito tempo mentes brilhantes se ocupam com o seguinte dilema: como produzir mais e melhor. Como fazer mais com menos esforço, como minimizar os prejuízos e maximizar os lucros aproveitando melhor o espaço, a movimentação e todos os recursos disponíveis?
 
O engenheiro americano Frederick Taylor foi um dos primeiros a elaborar  um método avançado para melhorar a eficiência de cada indivíduo dentro da organização. O “pai da administração científica” propôs a racionalização do trabalho por meio do estudo dos tempos e movimentos. O objetivo era um só: alcançar a máxima eficiência.
 
Henry Ford adaptou as ideias de Taylor na sua indústria automobilística e fez uma revolução industrial. Esse método de trabalho — adotado inclusive com grande sucesso pelo exército americano na Segunda Guerra Mundial — foi muito importante para a consolidação da supremacia norte-americana no século XX.
 
Leia também:
 
 
 
 
 
 
A Origem do Sistema Toyota de Produção
 
Mas o mundo pós-segunda guerra mundial trouxe muitos desafios, especialmente ao Japão devastado pelas duas bombas nucleares americanas. O país buscou formas de reerguer sua economia e passou a incentivar iniciativas que trouxessem mais qualidade e melhor produtividade.
 
Foi neste contexto que dentro da Toyota Motor Corporation,  os engenheiros Eiji Toyoda e Taiichi Ohno  desenvolveram uma ferramenta poderosa que ficou conhecida como o Sistema Toyota de Produção.
 
O principal pilar desse sistema é o conceito Just in Time — a produção na hora certa, com os recursos e no tempo estipulados.
 
Aí está o que é chamado de Produção Enxuta. Em Melhorando o Processo, D. Y. Miyake explica que “a mentalidade enxuta representa um modo de pensar estrategicamente nos processos e recursos de produção, a fim de promover melhorias que tornem e mantenham o sistema de produção da empresa extremamente competitivo”.
 
Como observa Jeffrey K. Liker, citado num amplo estudo sobre produção enxuta, “o Sistema Toyota de Produção é considerado a base do grande movimento de produção enxuta que domina as tendências industriais”.
 
Os 4ps do Sistema Toyota de Produção
 
O livro “The Toyota Way” de Jeffrey K. Liker fez um sucesso extraordinário em todo mundo. Publicado no Brasil como “O modelo Toyota: 14 princípios de gestão do maior fabricante do mundo”, o livro popularizou os chamados 4Ps do Sistema Toyota, uma estratégia do autor para facilitar a compreensão acerca dos 14 princípios.
 
Philosophy (Filosofia) – Aos 23 anos, Sakichi Toyoda, desenvolveu um tear de madeira que era 50% mais eficiente — o desejo dele era facilitar a vida para as mulheres da comunidade agrícola em que ele cresceu.
 
Esse espírito está incorporado na empresa de tal modo que a filosofia mais básica na Toyota é agregar valor para os clientes, a sociedade, a comunidade e seus associados.
 
Process (Processo) – Eiji Toyoda estudou profundamente o Taylorismo, um dos reflexos disso está na convicção de que “o processo certo produzirá os resultados certos”.
 
People and Partners (Pessoas e Parceiros) – As empresas crescem na medida em que colaboradores e parceiros tornam-se melhores e mais confiantes. Muita gente sabe disso, poucas empresas levam isso tão a sério como a Toyota.
 
Problem Solving (Solução de Problemas) – Mesmo quando um produto ou projeto é concluído com êxito, certamente houveram problemas ao longo do percurso que precisam ser identificados e resolvidos. Esta é a essência de uma organização com foco na melhoria contínua: sempre resolva os problemas.
 
Se interessa pelo assunto? Venha para a pós em Engenharia Industrial com ênfase no Lean Manufacturing da USCS e seja você também um engenheiro capaz de dar grande contribuição ao processo de produção industrial.