O bilionário custo da falta de qualidade nos processos dentro das empresas

O bilionário custo da falta de qualidade nos processos dentro das empresas

image

Toda empresa deseja reduzir custos e isso nem sempre está ligado a diminuir seu padrão de qualidade, salários ou pessoal. Das micro às grandes organizações, todas precisam otimizar seus processos de forma a reduzir desperdícios.
 
É comum ocorrer custos ocultos dentro de uma cadeia produtiva, por exemplo:
  • A demora na entrega de uma mercadoria;
  • Devoluções por insatisfação do cliente;
  • Peças com defeitos de fabricação, etc.
Erros assim resultam em grandes prejuízos dentro de uma organização. São valores que poderiam agregar no crescimento de uma empresa e na sua atuação no mercado.
 
 
 
Para uma empresa que queira ser líder e competir de igual pra igual no mercado, isso certamente dificulta grandemente o alcance dessa meta.
 
Desperdícios com energia, matéria-prima, mão-de-obra, itens reprovados pelo controle de qualidade, atrasos de produção, recall de produtos para troca ou reparo causam um prejuízo de alguns bilhões todos os anos.

Leia também:

Escolha uma especialização que fará de você um profissional com lugar em qualquer empresa do mundo
 
 
 
 
Alguns bilhões? Não. Muitos bilhões!
 
Para ficar num só exemplo, veja esta manchete na revista Época no longínquo ano de 2016: “O custo do desperdício de alimentos: US$ 750 bilhões por ano”.
 
Os dados são da FAO — Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura que produziu um amplo documento denunciando que vão para o lixo todos os anos mais de 1 bilhão de toneladas de alimentos. 
 
Quem olha números tão grandes pode não perceber que o problema dos desperdícios afeta praticamente todas as empresas, inclusive aquelas onde trabalhamos.
 
Um estudo de caso no restaurante universitário da Universidade Federal do Rio Grande do Norte mostrou que 11% das refeições servidas ali são desperdiçadas. O que representou um prejuízo de mais de 100 mil reais em apenas 2 meses.
 
Empresas deixam de contratar e de expandir suas atividades porque fracassam em eliminar desperdícios. Algumas empresas fecham as portas após anos de sangria — afinal, muitas convivem com desperdícios que nem conseguem mensurar.
 
 
 
Torne-se um Especialista em Lean Six Sigma
 
Para amenizar o problema, as empresas têm investido em ações que otimizam seus métodos ao longo da sua cadeia produtiva. Assim:
  • acrescentam pontos de inspeção,
  • adquirem equipamentos com melhores desempenho,
  • e contratam profissionais especializados para treinar e gerir as operações de controle de qualidade.
Cada vez mais as empresas têm buscado avaliar e identificar os pontos mais deficientes por meio de abordagens dedicadas a implantar e manter um sistema de qualidade eficaz.
 
A busca cada vez maior por menos desperdícios e mais qualidade nos processos criou uma demanda por profissionais certificados em ferramentas e metodologias de melhoria contínua. 
 
O Lean Six Sigma, por exemplo, é uma ferramenta internacionalmente reconhecida dentro de grandes empresas. A otimização dos custos, a redução dos desperdícios e a minimização dos erros dentro de um processo contínuo de melhoria do processo de qualidade são alguns dos principais objetivos de quem usa a metodologia.
 
Essa especialização em Lean Six Sigma da USCS faz de você um profissional com oportunidades de trabalho dentro e fora do Brasil.
 
Na verdade, como conta o professor coordenador do curso, metodologias de melhoria contínua como o Lean Six Sigma podem ser usadas em qualquer empresa apesar das barreiras linguísticas, culturais ou estruturais.
 
Se você já trabalha com gestão e quer conquistar uma promoção, saiba que profissionais costumam receber aumento de até 19% após concluir a formação Lean Six Sigma, segundo a pesquisa feita pela American Society for Quality.
 
Se interessa pelo assunto? Não espere mais e faça sua inscrição na Pós-graduação da USCS em Lean Six Sigma