Em meio à crise causada pelo coronavírus, é lançada uma campanha nacional sobre alimentação escolar

Em meio à crise causada pelo coronavírus, é lançada uma campanha nacional sobre alimentação escolar

image

Durante a crise causada pela pandemia da Covid-19, saiu o quinto volume da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. No documento, há recomendações e orientações em relação à alimentação escolar durante esse período. A ação tem como objetivo direcionar esforços para atuação no âmbito coletivo.
 

Todo o material foi elaborado em parceria entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN). No arquivo estão dispostas informações, dados e links úteis e confiáveis sobre o tema. O objetivo é atingir professores, diretores, profissionais da educação e familiares das crianças que estão, nesse momento, afastadas da escola.

VEJA TAMBÉM:

A obesidade infantil: número de casos está crescendo no mundo e preocupa autoridades

O exercício físico precisa fazer parte da rotina de pessoas que sofrem com o sobrepeso

Os alimentos podem ser um meio de transmissão do coronavírus?

Os rótulos podem influenciar a alimentação das crianças?

Em abril de 2020, a Lei 13.987 foi elaborada para autorizar, durante esse período de pandemia, a distribuição de gêneros alimentícios para os pais e responsáveis. Os alimentos são adquiridos através de recursos da PNAE. Kits são montados e garantidos às famílias que precisam de assistência alimentar.
 

Além disso, o guia tem como objetivo orientar o poder público na manutenção de contratos e repasses durante esse período, não só para que as famílias sejam beneficiadas, mas também para que os pequenos agricultores tenham condições de continuar sua produção.
 

Acesse o guia completo: https://bit.ly/2UkB2OH

Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2020/05/09/alimentacao-escolar-em-tempos-de-pandemia-como-mante-la