A fonoaudiologia como tratamento complementar para crianças e adolescentes autistas

A fonoaudiologia como tratamento complementar para crianças e adolescentes autistas

image

A comunicação é uma das habilidades mais importantes dos seres humanos. É por meio de nossa fala que interagimos com o mundo. Crianças e adolescentes no Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresentam mais dificuldades em se comunicar, por isso, o auxílio do fonoaudiólogo é importantíssimo para seu desenvolvimento social.
 

Mediante algumas técnicas aplicadas durante as sessões de fonoaudiologia, o profissional irá potencializar aspectos da linguagem e das expressões, com o intuito de reabilitar ou de melhorar as capacidades comunicacionais de seu paciente. Ao longo desse processo, a criança passa por uma avaliação, para que o fonoaudiólogo possa identificar os problemas e entender os pontos que precisam ser desenvolvidos.

VEJA TAMBÉM:

Entenda a classificação atual do autismo

A inclusão do aluno autista é um direito

As especialidades da Fonoaudiologia; conheça

Fonoaudiologia é considerada uma das melhores profissões do futuro

A criança passa por um processo com atividades simples e práticas, e as técnicas podem ser facilmente aplicadas em seu cotidiano. Pelo acompanhamento fonoaudiológico, é possível melhorar questões relacionadas ao atraso de linguagem, aos distúrbios de fala e às alterações fonêmicas.
 

O acompanhamento de um profissional de fonoaudiologia precisa estar alinhado com a participação da família. Dessa forma, é possível obter bons resultados no tratamento. O objetivo é aprimorar os processos de comunicação da criança e, como consequência, melhorar suas capacidades sociais.

Conheça o curso de pós-graduação em Linguagem: https://bit.ly/3qMJB3o