Ultrassom microfocado

Ultrassom microfocado

image

O ultrassom microfocado é um procedimento não invasivo e não cirúrgico que proporciona um efeito lifting na pele facial. É através do calor que o tratamento provoca uma melhora da flacidez da pele. As ondas do ultrassom conseguem atingir as camadas mais profundas da pele e, dessa forma, estimulam a contração do colágeno.
 

Por meio da temperatura alta, o ultrassom produz pequenos pontos de coagulação térmica, em uma profundidade de até 5 mm, nas camadas mais profundas a pele, e isso não danifica as camadas superficiais. Os tecidos gordurosos abaixo da pele também são afetados, e as regiões próximas aos músculos da mímica facial e a porção profunda da derme são atingidas.

VEJA TAMBÉM:

Farmácia Estética: procedimentos invasivos não cirúrgicos

Os benefícios dos peelings químicos superficiais

Tratamento de depilação a laser e equipamentos

Enfermagem Estética: um campo de atuação promissor para os enfermeiros

O procedimento de ultrassom microfocado causa uma contração das fibras e estimula a produção de colágeno novo nos locais estimulados. O efeito é imediato, e o cliente poderá desfrutar de uma pele com efeito lifiting meses após a realização do tratamento. O foco principal é melhorar a flacidez, e como o tratamento continua a produzir bons resultados posteriormente, o paciente vai perceber, por volta do quinto mês pós-procedimento, que a pele chegou ao nível máximo de produção de colágeno.
 

Em quais partes do corpo o ultrassom microfocado pode ser realizado?
 

•    Rosto
•    Mãos
•    Barriga
•    Parte interna das coxas
•    Glúteos
•    Abdome
•    Pescoço
•    Região dos olhos
•    Joelhos

 

O ultrassom microfocado é indicado para homens e mulheres, e pode ser aplicado tanto na região facial quanto na região corporal. O esteticista responsável pelo procedimento irá definir, junto ao cliente, se será necessário realizar mais de uma sessão por ano.
 

Conheça os cursos de Pós-graduação em Estética da USCS: https://bit.ly/2XzS6SO