O fim de um relacionamento e as nossas reações cerebrais

O fim de um relacionamento e as nossas reações cerebrais

image

O fim de um relacionamento é um momento muito delicado da vida de um ser humano. Muitas pessoas acreditam que isso é uma ferida que jamais cicatriza. Crescemos sob a crença de que a separação é algo que não é superado nunca, mas estudos indicam que, na verdade, nossas reações cerebrais em uma situação como essa são favoráveis e nos ajudam a dar a volta por cima.
 

Em muitas pesquisas, o cérebro humano se mostrou bastante eficiente no que diz respeito à superação de uma separação. É como se estivéssemos programados para virar a página e procurar outro amor rapidamente.

VEJA TAMBÉM:

Importância e características da Neurociência Comportamental

Qual é a relação das cores e as nossas emoções?

O poder da arte e o nosso cérebro

A inteligência emocional é um ponto a ser aperfeiçoado pelos líderes

Em decorrência da seleção natural, nosso cérebro tem um mecanismo que nos ajuda a sair de situações complicadas. Quando estamos apaixonados, algumas áreas cerebrais são ativadas, e todas estão ligadas ao prazer. Quando terminamos uma relação, acontece o processo reverso.
 

Além disso, pesquisadores acreditam que relacionamentos monogâmicos não são um padrão natural dos seres humanos. Na verdade, com o indício de que o cérebro consegue ajudar a superar rapidamente uma separação, fica mais evidente a habilidade de a pessoa conseguir se relacionar com mais de uma pessoa ou mudar de parceiro com mais facilidade.
 

Conheça o curso de MBA em Neuromarketing da Pós USCS: https://bit.ly/39RqED3