Como líder, você não pode cometer estes erros

Como líder, você não pode cometer estes erros

image

Liderar uma equipe não é uma tarefa fácil, na verdade, é um grande desafio. O líder precisa assumir uma postura que tenha como base a sensibilidade, a responsabilidade e o compromisso com seus liderados. Gerir pessoas é complexo, e muitos erros podem surgir durante esse processo.
 

O que é considerado um bom gestor hoje em dia está para além daquele conceito de que a gestão deve ser feita de forma mandona, fria, fechada e autocrática. A boa gestão está cercada de uma abordagem mais leve, humana e próxima aos colaboradores. Essa nova perspectiva de liderança, porém, causa muitas discussões, e o líder precisa estar atento a alguns pontos que podem levá-lo ao erro e a uma gestão desastrosa.

Gestão de pessoas: não cometa estes erros

 

Antes de mais nada, para o líder é importante entender que a geração de trabalhadores mudou muito nos últimos anos. Os jovens da geração Y estão entrando ou se estabelecendo no mercado de trabalho, e, com isso, surge uma série de novas práticas no mundo corporativo, e a liderança precisa se adaptar.
 

VEJA TAMBÉM:

A Neurociência e o impacto no clima corporativo

Como realizar a fidelização de clientes de forma eficiente?

O que podemos esperar do mercado de trabalho pós-pandemia?

A gestão de pessoas executada de forma exemplar pode ser um diferencial competitivo

Aquele conceito de que o ambiente corporativo precisa ser movido pela competitividade está ultrapassado, na verdade, a nova geração abomina esse tipo de gestão e prática. Por isso, é dado o devido valor às empresas que prezam pela harmonia e pela leveza no ambiente de trabalho. Estamos vendo uma geração que coloca como maior prioridade a sua saúde mental e física.
 

Nesse caso, ambientes altamente competitivos e repletos de conflitos entre equipes e colaboradores não têm um impacto positivo sob a visão dos mais jovens, por isso, uma gestão baseada nesses conceitos está fadada ao fracasso.
Posturas incisivas e ambientes pouco democráticos são duas características que são consideradas grandes erros de gestão.

O líder precisa atuar de forma mais humanizada, participativa e acolhedora, um posicionamento grosseiro e autoritário não dá resultados hoje em dia, na verdade, isso prejudica e muito o desempenho dos colaboradores.
 

Os gestores precisam se preocupar com a geração de valor e propósito no trabalho que seus funcionários desempenham. Sem isso, com uma rotina robotizada e automatizada, fica evidente que os funcionários se encontrarão em uma situação de inércia e desmotivação. É preciso convidar o colaborador para fazer parte do time, mostrar para ele sua importância na equipe e como o trabalho que ele desempenha importa.
 

Por isso, a relação entre a gestão e os colaboradores deve ser cada vez mais humana, existem muitos conceitos de liderança que já caíram por terra e muitos que estão fadados ao fracasso. Para isso, o gestor precisa atualizar seus conhecimentos técnicos e teóricos visando atender perfeitamente às novas demandas de mercado.
 

A USCS oferece a pós-graduação em MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, que tem como objetivo fornecer um conjunto de conhecimentos que capacite os participantes a planejar e implementar, de forma eficiente e ética, as políticas e as práticas voltadas à gestão de pessoas, buscando rentabilidade para o negócio e satisfação para as pessoas. Saiba mais informações sobre o curso: https://bit.ly/38HxI6J