A importância do exercício físico para a manutenção da saúde óssea

A importância do exercício físico para a manutenção da saúde óssea

image

Entre os diversos benefícios que o exercício físico proporciona, um deles é a manutenção da saúde óssea de nosso corpo. Os ossos, as articulações e os músculos fazem parte da estrutura que sustenta o nosso corpo, e é através de um corpo saudável que conseguimos realizar nossas atividades diárias.
 

Por causa do envelhecimento, nossos ossos acabam ficando mais fracos e frágeis, e problemas como osteoporose, perda acelerada de massa óssea e diminuição da absorção de minerais e cálcio se tornam comuns. Com o avançar da idade, as quedas representam um grande risco para nosso corpo, podendo causar lesões graves e sequelas que afetam a mobilidade.

VEJA TAMBÉM:

A ioga pode ser uma grande aliada da saúde dos idosos e de pacientes com demência

O exercício físico e o nosso metabolismo

Qual é a relação do suor com a queima de calorias?

As chances de complicações em um caso de COVID-19 diminuem em pessoas que praticam exercício físico

Estimativas indicam que a população mundial de idosos está crescendo, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que até 2050 o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões, um quinto da população mundial. Com isso, serão cada vez mais comuns os programas governamentais e sociais em prol do envelhecimento com qualidade de vida, promovendo práticas e técnicas para beneficiar a saúde mental e física das pessoas.
 

O impacto da atividade física na saúde do idoso
 

A prática regular de atividade física é importantíssima para a manutenção da saúde mental e física, e pode ajudar a proteger o organismo de uma série de doenças. Evitando o declínio físico e mental, e ajudando a pessoa a administrar melhor suas emoções, é possível melhorar também quadros de demência e depressão, por exemplo.
 

É preciso dedicar-se a atividades que ajudam na manutenção da nossa força física, o que, consequentemente, vai beneficiar nosso sistema ósseo e muscular. Por serem um tecido vivo, os ossos se adaptam à força a que estão sendo submetidos, por isso, praticar atividade física é tão importante para a sua manutenção.
 

Uma pessoa que cultiva uma vida ativa fisicamente consegue manter um corpo com ossos mais densos e resistentes, além, é claro, de aperfeiçoar regularmente seu equilíbrio e coordenação. Com um corpo mais alinhado e equilibrado, as chances de queda diminuem e, com isso, é possível prevenir fraturas.
 

Atividades benéficas para a saúde óssea
 

•    Caminhada
•    Corrida
•    Musculação
•    Exercício funcional
•    Dança.

 

O ideal é praticar pelo menos 30 minutos de atividade diária, quatro vezes por semana. Isso é suficiente para um corpo saudável e um sistema ósseo mais resistente. Obviamente que tudo isso vem acompanhado de uma rotina equilibrada, pois é preciso manter uma alimentação e hábitos saudáveis.
 

Conheça a Pós-Graduação em Métodos e Técnicas Especiais: Tratamento, Prevenção e Performance: https://bit.ly/3im6x5q