O que é e para que serve o VSM?

O que é e para que serve o VSM?

image

O VSM é o Mapeamento do Fluxo de Valor (value stream mapping). O VSM é uma ferramenta para mapear todo o negócio da empresa e identificar quais atividades agregam e quais não agregam valor ao negócio.
 
Após mapear todo o negócio da empresa e identificar as atividades que agregam e que não agregam valor, o profissional pode elaborar o Mapa de Estado Futuro onde ele propõe uma nova forma de produção, com eliminação dos desperdícios antes identificados e otimização do processo através da utilização de ferramentas do Lean Manufacturing.
 
Na pós-graduação da USCS em Engenharia Industrial com Ênfase no Lean Manufacturing, os alunos testam seus conhecimentos em cases reais onde devem:
  • fazer o mapeamento do negócio
  • visualizar os problemas (atividades que não agregam valor)
  • e propor soluções para esses problemas no Mapa de Estado Futuro.
 
Esse é um dos principais diferenciais da especialização da USCS. Os alunos treinam a aplicação das ferramentas e metodologias em diversos cases, experimentando a prática desse trabalho em empresas de diversos segmentos.

Leia também:
 
 
 
 
 
O especialista que domina a metodologia do Six Sigma, por exemplo, é um profissional de altíssimo valor que é capaz de atuar nas maiores empresas do mundo.
 
O Six Sigma nasceu dentro da Motorolla e foi aperfeiçoada na General Electric, mas hoje é usada em inúmeras grandes empresas: Gerdau, Ambev, Petrobrás, Dupont, Suzano, Ford, Vale, 3M e muitas outras (Seis Sigma em grandes indústrias no Brasil).
 
Não é diferente com o Lean Manafacturing, o sistema de produção enxuta nasceu na Toyota e não demorou ser adotado por empresas de todo mundo. Caterpillar, Kimberly-Clark, Nike, Intel, John Deere, Ford e várias outras.
 
Dentro da filosofia de Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing) é que surgiu o conceito de Mapa de Fluxo de Valor. A ideia aqui é que “antes de fazer melhorias em um processo, é preciso ter um entendimento comum e visualizar o modo como ele é feito hoje”.
 
O mapa serve exatamente para visualizar como o negócio é feito hoje. Mas ele não funciona sozinho — o VSM é o segundo dos cinco princípios do Lean Thinking:
  1. Definir valor
  2. VSM
  3. Criar um fluxo
  4. Consolidar o sistema puxado
  5. Buscar a perfeição
Cinco vantagens do uso do VSM
 
De acordo com Célio Silva, especialista em softwares de gestão, há cinco principais motivos para o uso da ferramenta VSM:
  1. Facilita a identificação dos processos mais significativos do setor e da empresa
    O VSM ajuda a identificar os elementos mais críticos e seu devido impacto no resultado final.
  2. Agrega valor ao negócio e reforça a cultura organizacional
    Com o VSM você consegue detalhar cada etapa do processo e mensurar como cada atividade está agregando valor do ponto de vista do cliente.
  3. Motiva a redução drástica dos desperdícios que comprometem o processo
    O Mapeamento do Fluxo de Valor (MFV) permite que você visualize com precisão as várias atividades que não estão agregando valor à companhia.
  4. Auxilia a utilização de um sistema de indicadores de desempenho
    Os KPIs, indicadores-chave de desempenho (Key Performance Indicators) são usados para mensurar a performance dos principais aspectos dentro de uma empresa.
  5. Eleva a sustentabilidade geral do negócio
    Praticar a melhoria contínua traz resultados cada vez mais eficientes ao aperfeiçoar o processo de produção, o que permite à empresa competir no mercado em melhores condições.