O que são hipercromias e como tratá-las?

O que são hipercromias e como tratá-las?

image

Você sofre com manchas de pele e não sabe como tratá-las? Leia este artigo e veja tudo sobre esse tema. 
 
Existem diversos tipos de manchas de pele e todas surgem por algum motivo e precisam ser tratadas de diferentes modos. 
 
Mas afinal, o que são hipercromias?
 
Hipercromias são, nada mais, nada menos do que manchas de pele. Elas ocorrem quando a pele produz mais melanina do que o normal, fazendo com que manchas escuras apareçam no corpo. 
 
Em geral, elas decorrem da exposição solar, mas podem ser formadas devido a uma lesão ou inflamação que afeta a pele, como acne, queimaduras e alguns outros fatores.
 
Existem diversos tipos de hipercromias, e as mais comuns são: 
 
Melasma
São manchas que, em geral, aparecem no nariz, na testa, nos lábios e no abdômen, e são mais comuns em mulheres grávidas ou que fazem uso de anticoncepcionais. 
 
Melanose
Essas manchas normalmente aparecem em pessoas com mais de 40 anos, e são provocadas por exposição excessiva ao sol. Aparecem em regiões que ficam mais expostas ao sol, como o rosto e as mãos. 
 
Sardas
Comuns em pessoas com a pele mais clara ou que são mais velhas. Em geral, aparecem no rosto, mas também podem aparecer em regiões que tomam bastante sol, como os braços e as mãos. 
 
Motivos para o aparecimento das hipercromias:
  • Manchas ocasionadas pelo sol 
  • Manchas ocasionadas pela idade
  • Manchas hormonais
  • Manchas pós-inflamatórias 
Hoje, há vários tipos de tratamentos no mercado para eliminar as manchas ou amenizá-las. 
 
Quando falamos de manchas de sol, dependendo do tipo de mancha, ela acaba sendo muito mais difícil de ser tratada. 
 
Se a mancha for de muitos anos, a pessoa terá que ter um cuidado excessivo com o sol, utilizar produtos dermatológicos e cabines com profissionais da estética. 
 
Agora, se for por motivos hormonais, além de ter que tomar os mesmos cuidados que o caso anterior, a pessoa terá que ter um tratamento hormonal específico.  
 
Como tratar as hipercromias?
Existem diferentes tipos de tratamento para as hipercromias, entre eles, os peelings químico, físico e enzimático.
  • Ácidos químicos 
    São os ácidos mais potentes, com o pH mais alto e que irão tratar a pele de forma mais invasiva.Ácidos físicos São os esfoliantes, que são mais leves e tratam apenas a camada córnea, a primeira camada da pele. 
  • Ácidos enzimáticos 
    São esfoliantes também, mas constituídos de enzimas como a papaína, que, além de tratar a camada córnea, também beneficia a camada de queratinócitos, responsável pela impermeabilização da pele.
E se você quer se aprofundar mais nesse tema incrível, confira o vídeo abaixo:

Resumo: Hipercromias são um desafio na prática clínica da maioria dos profissionais de saúde estética. Então, vamos conversar um pouco sobre a bioquímica da formação de manchas, pois, entendendo esse processo de formação de manchas, podemos decidir o melhor protocolo baseado em evidências científicas.
 
Profa. Ma. Thaís Bruna 
Biomédica esteta; mestra pela Faculdade de Medicina da USP; docente na graduação FMU; docente na pós-graduação USCS.
@thaisbme