Entenda como vai funcionar o saque do FGTS


Postado em 08/08/2019



Na última semana, o governo anunciou uma série de mudanças para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e as cotas do PIS-Pasep. A previsão é que, a partir de setembro, as pessoas com contas ativas e inativas possam sacar no máximo R$ 500 de cada uma, sendo elas do emprego atual ou antigo.
 

Novas regras para o saque do FGTS
 

•    Os correntistas da Caixa Econômica contarão com depósito automático direto em suas contas. Caso não seja de interesse do trabalhador realizar o saque, é preciso informar ao banco.
•    Os trabalhadores que têm o cartão cidadão poderão fazer o saque direto nos caixas automáticos.

Valores abaixo de R$ 100,00 poderão ser sacados direto nas casas lotéricas com a apresentação da carteira de identidade e do CPF.
 

Outra novidade é que, a partir de 2020, o trabalhador poderá fazer saques anuais de suas contas do FGTS. A quem interessar, é preciso comunicar à Caixa Econômica Federal a partir de outubro de 2019.
 

Regras para o saque-aniversário
 

•    Caso você opte pelo saque anual, posteriormente o dinheiro não poderá ser sacado em sua totalidade em caso de demissão sem justa causa.
•    O empregador não ficará isento da multa de 40% no caso de demissão sem justa causa.
•    Você poderá optar pelo saque anual, porém só poderá voltar à modalidade anterior após dois anos da primeira mudança. Além disso, o trabalhador terá três meses, a partir de 2021, para fazer o saque. A data passa a contar a partir do seu mês de aniversário e dos dois meses seguintes.
•    Foi determinado um limite para os saques do trabalhador que optar por essa modalidade: para contas com até R$ 500, será liberado 50% do valor. Esse percentual poderá ser reduzido caso haja um valor elevado na conta.
•    No caso das contas com mais de R$ 500, os saques poderão ser acrescidos em uma parcela fixa.

 

Cronograma saque-aniversário
 

•    Nascidos em janeiro e fevereiro terão o saque liberado entre abril e junho de 2020.
•    Nascidos em março e abril poderão sacar entre maio e julho de 2020.
•    Nascidos em maio e junho poderão realizar o saque no período de junho a agosto de 2020.

 

Divisão de resultados do FGTS
 

•    Antes, o trabalhador recebia 50% o lucro do FGTS. Agora a regra mudou, e o lucro que será repassado é de 100%.
•    A rentabilidade continuará a mesma, mais de 3% ao ano, equivalente à Taxa Referencial (TR).
•    A distribuição do percentual acontecerá já em agosto deste ano.

Fonte: G1

 

0800 767 8727
(11) 94548-3386




Outros Links