O que é Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional?

O que é Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional?

image

O que uma escola pode fazer para ajudar os alunos que enfrentam dificuldades de aprendizagem?
 
Ao lado dos professores, um dos profissionais mais valiosos para tratar e solucionar dificuldades cognitivas, facilitando e melhorando o processo de aprendizagem e comunicação, é o Neuropsicopedagogo.
 
A Neuropsicopedagogia tem por base várias ciências que têm enfoque nos processos cerebrais envolvidos na aquisição da aprendizagem,  nos bloqueios, nas disfunções, no mapeamento das funções cerebrais, que precisam de desenvolvimento,  bem como na neuroquímica e nas emoções envolvidas no processo de aprendizagem.
 
O “Clínica e Institucional” refere-se ao local em que o profissional vai atuar, se em clínicas ou em instituições como ONGs, escolas, faculdades e universidades.
 
Leia também:
 
 
 
 
 
 
Mas, o que é a tal da Neuropsicopedagogia?
 
As Neurociências envolvem várias áreas de conhecimento, como biologia, fisiologia, medicina, física, psicologia, pedagogia e outras que estudam as estruturas, o desenvolvimento e as funções do sistema nervoso.
 
Quando aliados à educação, esses estudos em Neurociências colaboram com o aperfeiçoamento de estratégias que facilitam o aprendizado, como a identificação e o trabalho pedagógico com alunos que apresentam transtornos e dificuldades de aprendizagem.
 
A Neuropsicopedagogia é uma área multidisciplinar que se dedica ao estudo e ao cuidado com a aprendizagem. 
 
Após avaliação e intervenção, o Neuropsicopedagogo pode solicitar exames cerebrais e fazer um acompanhamento do indivíduo por determinado tempo, com o intuito de avaliar a melhora no processo de aprendizagem. Se necessário, o profissional de Neuropsicopedagogia pode fazer o diagnóstico e receitar medicações.
 
Com interfaces da Pedagogia e da Psicologia Cognitiva, a Neuropsicopedagogia tem como objeto formal de estudo a relação entre o funcionamento do sistema nervoso e a aprendizagem humana, numa perspectiva de reintegração pessoal, social e educacional.
 
 
Por que é importante que os pedagogos façam a especialização em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional?
 
Um Pedagogo ou Psicopedagogo deve fazer uma especialização em Neuropsicopedagogia porque isso significa agregar um valioso conhecimento e mais recursos para realizar o seu trabalho.
 
O Psicopedagogo, por exemplo, ocupa-se da aprendizagem com o auxílio de métodos para facilitá-la, porém não com o uso de testes. Já o Neuropsicopedagogo, além dos métodos, utiliza a aplicação de testes que fazem o mapeamento das áreas do cérebro ligadas à aprendizagem.
 
O profissional em Neuropsicopedagogia também é de grande importância na promoção da educação especial inclusiva.
 
Seu conhecimento acerca do funcionamento do cérebro e da plasticidade cerebral, dos transtornos do neurodesenvolvimento, das síndromes, das metodologias de ensino e aprendizagem e suas dificuldades capacita-o, em especial, para atender casos mais graves de alunos que têm sua capacidade de aprender limitada por alguma síndrome ou distúrbio.
 
Pós-graduação em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional
 
No contexto atual, em que os estudos sobre aprendizagem se aprofundam nas questões neurológicas e cerebrais em prol de um ensino eficaz, especializar-se em Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional pela USCS significa ampliar as bases do conhecimento para a busca de práticas clínicas e institucionais de excelência.