Constelação Familiar é empregada para ajudar no tratamento de vícios e na recuperação de presos

Constelação Familiar é empregada para ajudar no tratamento de vícios e na recuperação de presos

image

A Constelação Familiar é uma técnica que vem sendo bastante difundida em vários setores da sociedade. Os métodos envoltos na constelação buscam o entendimento das relações interpessoais de um sistema familiar, mostrando as conexões entre as gerações. O sistema judiciário brasileiro tem se beneficiado da técnica para a recuperação de presos com vícios em drogas.
 

Essa medida é inteiramente utilizada para a reabilitação de presos, e para entender os motivos pelos quais os fizeram entrar para o crime. Em Santa Catarina, por exemplo, a Constelação Familiar tem sido utilizada para tratar presos com vício em drogas.
 

Constelação Familiar: para que serve?
 

Em caso de pessoas encarceradas, a constelação ajudará a entender quais são os padrões familiares que acabaram influenciando na escolha da pessoa que a levou a entrar no mundo do crime. O preso precisa entender esses conflitos internos e suas origens para que seja capaz de fazer uma autorreflexão.

VEJA TAMBÉM:

Práticas integrativas e complementares: SUS anunciou mais 10 novas técnicas que serão oferecidas

Constelação familiar pode ser adotada em escolas públicas

 

A constelação familiar é um método terapêutico, desenvolvido pelo alemão Bert Hellinger, que consiste na identificação de traumas familiares que acabam perpetuando comportamentos destrutivos e conflitos na família, segundo a teoria.
 

Durante a sessão, é feito uma dramatização dos conflitos, o mediador irá ajudar a pessoa a trazer questões que estão causando um incomodo, coisas que podem estar mal resolvidas. Os traumas podem ser qualquer coisa como morte precoce ou inesperada ou rupturas. Situações com essas podem influenciar diretamente no comportamento desse paciente no futuro, muitas vezes, de forma inconsciente.
 

As sessões podem ser coletivas ou individuais, o mediador ajuda a pessoa a entender seus conflitos de outra forma, e o desafio é despertar empatia pelas outras partes envolvidas na situação.
Não há dados nacionais sobre a utilização e as consequências desta prática pelo setor judiciário, porém, em 2016 o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou que ao menos 11 estados brasileiros utilizem da constelação em casos judiciais.

 

Constelação Familiar no Brasil   
 

Nas varas de Família e Infância e Juventude a Constelação Familiar tem sido bastante utilizada, principalmente em casos de violência doméstica, guarda dos filhos, abandono, divórcio ou adoção. Mostrando-se bastante positiva, a técnica tem ajudado na resolução de processos judiciais de maneira rápida e satisfatória para todas as partes.
 

Especialização
 

A Pós-graduação em Constelação Familiar- Método de Bert Hellinger Psicologia Sistêmica tem o objetivo de apresentar e ensinar a metodologia de Bert Hellinger para capacitar pessoas a utilizar a Constelação Sistêmica/Familiar, oferecendo aos seus clientes inovação e eficácia. Oferecer um espaço para que pessoas possam conhecer e usufruir do método uma vez que é uma forma terapêutica. Saiba mais sobre o curso: https://bit.ly/2RwbBL0