Anvisa reavaliará continuidade ou não do uso de muitos agrotóxicos utilizados no Brasil


Postado em 23/05/2019



O uso de agrotóxicos pela indústria agropecuária é muito polêmico, já que muitos produtos que estão no mercado podem causar danos à saúde humana. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou que irá reavaliar o grau de risco de algumas dessas substâncias, e muitos produtos poderão ser retirados do mercado até 2020.
 

A Anvisa divulgou a lista das substâncias que serão reavaliadas, e o que será levado em conta para a continuidade ou não do uso desses produtos é a pontuação que obtiverem com base nos princípios ativos contidos em suas fórmulas.
 

O critério para a descontinuidade do uso do produto será o risco de provocar câncer ou mutações genéticas, usando como referência os parâmetros de algumas entidades internacionais de regulamentação dessas substâncias.
 

Essa ação tem como foco a proteção da saúde da população, já que muitas substâncias são nocivas à saúde dos seres humanos. Por mais que os agrotóxicos, em lei, não precisem passar por essa reavaliação, a Anvisa decidiu mudar o seu protocolo de atuação nesse caso. Os agrotóxicos 2,4D, glifosato, tiram e abamectina são as quatro substâncias que estão em processo de reavaliação pela Anvisa no momento.
 

O profissional da área de Vigilância Sanitária tem um compromisso importantíssimo com a sociedade, pois é ele que realiza a supervisão e a avaliação desse tipo de produto para constatar eventuais irregularidades e fraudes que podem ser completamente prejudiciais à saúde humana.
 

O uso de agrotóxicos
 

Muito se discute sobre o uso de agrotóxicos, pois essa prática tem causado danos ambientais e oferecido risco à saúde das pessoas. O Brasil ocupa a primeira posição no ranking mundial do uso desse tipo de produto, o que pode não ser um motivo para comemoração, visto que o uso de agrotóxicos traz danos à saúde dos trabalhadores do campo e dos consumidores do produto final, além de comprometer o meio ambiente. O uso indiscriminado e irresponsável desse tipo de substância precisa ser reavaliado com toda a certeza.
 

Os agrotóxicos podem desencadear várias doenças, como câncer, depressão, impotência sexual, malformações congênitas e distúrbios neurológicos e mentais, além de poder provocar aborto. O meio ambiente também sofre, já que os agrotóxicos podem ter implicações nocivas para a flora e fauna, o ar, o solo e até para a nossa água.
 

Os profissionais de Vigilância Sanitária são as peças mais importantes dessa fiscalização, e o mercado de trabalho dessa área procura por profissionais altamente capacitados para exercer suas funções com responsabilidade, ética e comprometimento com a sociedade.
 

Especialize-se! Faça a pós-graduação em Vigilância Sanitária e Qualidade dos Alimentos:https://bit.ly/2YGw0ff
 

0800 767 8727
(11) 94548-3386




Outros Links