A volta do sarampo assusta as autoridades e a população


Postado em 05/11/2019



Infelizmente, o Brasil sofreu nos últimos anos com a volta do sarampo, doença que tinha sido erradicada em 2016. Apesar de existir uma vacina completamente segura e eficaz contra a doença, o sarampo ainda mata muitas pessoas ao redor do mundo.  
 

A vacina é uma poderosa ferramenta de proteção e manutenção da saúde da população em geral. O sarampo é extremamente perigoso, e é causado por um vírus. A transmissão acontece de pessoa para pessoa. As formas de contágio podem acontecer por meio do ar, porém o vírus pode se estabelecer em superfícies por horas.
 

Sarampo tem cura?
 

O sarampo pode levar uma pessoa à morte, por mais que a incidência de casos fatais seja mais forte em crianças pequenas. Por ser um vírus com sintomas parecidos com uma gripe, muitas pessoas contraem a doença e não vão procurar ajudar por achar se tratar de um simples resfriado. Porém, quando os sintomas são percebidos, é preciso procurar ajuda médica imediata.
 

Para o tratamento da doença não há uma medicação específica. O paciente deverá seguir as recomendações médicas como repouso e alimentação equilibrada. Além disso, as ações medicamentosas são sintomáticas, com o foco total na diminuição dos sintomas.
 

O sarampo tem consequências que podem afetar a saúde das pessoas pelo resto de suas vidas. Em casos graves, o paciente poderá sofrer com um quadro de cegueira, perda auditiva e até danos cerebrais permanentes.
 

Sintomas
 

•    mal-estar;
•    coriza;
•    perda de apetite;
•    otite;
•    pneumonia;
•    febre;
•    tosse;
•    conjuntivite;
•    manchas brancas na parte interna da bochecha.

 

A vacina do sarampo é a forma mais eficiente de se prevenir contra a doença. É preciso ficar atento à sua carteirinha de vacinação e ao calendário. A contraindicação vale apenas para mulheres grávidas, pessoas que receberam transplantes e com sistema imunológico deprimido.
 

0800 767 8727
(11) 94548-3386




Outros Links