A fonoaudiologia no combate da recusa alimentar das crianças


Postado em 23/07/2019



Fazer as crianças alimentarem-se é um desafio e tanto, e as famílias ficam de cabelos em pé por causa de todo o caos em que esse momento pode se transformar. A alimentação na infância vai muito além de sentar à mesa e fazer a refeição: está ligada diretamente a laços afetivos, relações familiares e diz respeito à individualidade da criança.
 

Mas, para a surpresa de muito, a fonoaudiologia tem muito a ajudar em casos de crianças com dificuldades de alimentação. Isso acontece porque, assim como a fala, a alimentação é um processo relacional.
A perda de apetite ou de peso deve ligar o sinal de alerta dos pais, já que algo pode não estar correndo da maneira certa. É preciso levar a criança a um especialista para que a situação seja avaliada e entendida.

 

As questões orais e sensoriais são importantíssimas, por isso, se algo não vai bem, é possível que haja um comprometimento em todo o processo alimentar da criança. A alimentação é essencial. Na nossa vida, isso começa quando somos bebês com o leite materno, e, aos poucos, vamos evoluindo para alimentos em diferentes texturas.
 

O papel do fonoaudiólogo
 

O fonoaudiólogo vai observar todo o contexto familiar em que a criança está inserida, suas dificuldades e seu desenvolvimento. Depois, o profissional avalia como a criança se alimenta, se apresenta alguma dificuldade ou se há alguma restrição.
 

Após fazer toda essa contextualização, o fonoaudiólogo vai avaliar toda a estrutura muscular da criança, como os nervos, a mastigação, a sucção e a respiração. Ela pode apresentar problemas em sua mastigação e respiração, o que pode dificultar o consumo de alguns tipos de alimentos, gerando resistência para fazer as refeições. Assim que diagnosticado o problema, o fonoaudiólogo começa a apresentar alimentos, texturas, temperos e sabores a fim de diminuir e contornar gradativamente essa resistência.
 

Para os profissionais da área de fonoaudiologia, a USCS oferece um curso de pós-graduação para quem se interessa em se especializar na área de Motricidade. O curso de especialização em Motricidade Orofacial tem o objetivo de proporcionar aquisição de um conjunto de conhecimentos teórico-práticos aprofundados na área da motricidade e sensibilidade orofacial. Saiba mais sobre a Pós: https://bit.ly/2slbVgE
 

0800 767 8727
(11) 94548-3386




Outros Links