O iogurte oferece riscos a nossa saúde que você não imagina


Postado em 15/03/2019



Em meio a dietas e uma vida mais saudável, as pessoas passam a pesquisar mais e começam a investir em uma alimentação mais equilibrada. E essa mentalidade voltada para uma vida mais leve em todos os sentidos, as pessoas passam a consumir iogurte, que é considerado parte importante de muitas dietas.
 

Porém, o que muitos não sabem é que o iogurte pode não ser tão bom assim. Em pesquisas recentes feitas pela Universidade de Leeds, no Reino Unido, concluiu-se que a taxa de açúcar de muitos dos produtos analisados é altíssima, mesmo aqueles que tinham em sua rotulação a informação de ser orgânico.
 

Apenas os produtos classificados como natural e grego que apresentaram um teor de açúcar mais baixo, o restante impressionou e pode até ser comparado a composição de refrigerantes.
 

O consumo de açúcar em nosso dia a dia
 

O açúcar é um dos condimentos que podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de uma série de doenças crônicas como a diabetes. Tomando como base o consumo excessivo de iogurtes por crianças, essa desinformação pode ter um impacto significativo em sua saúde na fase adulta.
 

No estudo os iogurtes foram divididos por categorias como sobremesas, orgânicos, saborizados, com fruta, infantis, bebidas lácteas, alternativas a produtos lácteos, natural e Grego.
 

As sobremesas, orgânicos, saborizados, com fruta e infantis seguem no ranking como os produtos com maior teor de açúcar em sua composição. Para serem classificados desta forma os produtos precisam ter 5g de açúcar para casa 100g de iogurte.
 

Muitos dos produtos brasileiros não descrevem em sua embalagem a quantidade de açúcar  que tem em sua composição, já que não é uma obrigatoriedade. Porém, uma mudança referente a isso está sendo debatida na ANVISA. Para assim ficar mais claro para o consumidor a quantidade de sódio, açúcar e gorduras que ele está consumindo.
 

0800 767 8727
(11) 94548-3386




Outros Links